ae447d1c82c8e28f462952aa31064a1e

Vivemos na era do engano, a era do anticristo.” Quem afirma é a escritora Cristiane Cardoso, autora do livro “A Mulher V: Moderna à Moda Antiga”. “O espírito enganador tem deitado e rolado através de muitos que pensam estar na fé e já não estão há muito tempo.”

Para alertar as pessoas sobre essa realidade, a escritora destacou, em seu blog pessoal, 5 sinais de que a sua fé não é mais verdadeira e tem levado você ao engano. Leia-os a seguir:

1- Você crê, mas duvida também

Fé é fé. Não existe “meia fé” ou “85% de fé”. Ou você acredita ou você duvida. “A fé não coexiste com a dúvida. É como você querer que a luz coexista com as trevas. Uma é oposta à outra”, explica Cristiane.

Se em algum momento você desconfia de Deus é porque a sua fé já foi substituída pelo engano. “Os da fé creem e ponto final. Não precisam ver para crer. Não duvidam se Deus está ouvindo ou não; não desistem de crer nem de confiar.”

2- A fé depende de certas circunstâncias

Você conhece aquela pessoa que segue as orientações de Deus, mas apenas em determinadas situações? Dentro da igreja ela é exemplo para todos, mas em uma festa, por exemplo, comporta-se completamente diferente. Essa pessoa, que vive a sua fé condicionalmente aos ambientes e pessoas que a cercam, não vive uma fé verdadeira.

“Quem está na fé não depende de nada nem de ninguém para estar nela, aliás, ela é ainda mais aparente quando se está com quem não é da fé ou quando se passa por situações difíceis”, afirma Cristiane.

3- A Sua fé é para os outros

Você é excelente em contar aos outros sobre o poder de Deus, mas em sua própria vida está difícil enxergar a ação dEle. Já parou para pensar que Ele não está agindo em sua vida porque, na verdade, você não está vivendo a Sua fé?

Recentemente, o Portal Universal.org mostrou como Deus age na vida de uma pessoa. Cristiane explica que Deus se mostra na vida de quem O segue, para utilizá-lo como exemplo de Seu poder: “A nossa fé não é só para nos salvar, mas para conquistarmos a vida abundante que Deus nos prometeu.”

4- A sua fé é personalizada

No mundo inteiro, cada vez mais lojas vendem produtos personalizados: capinhas de celular da cor que o cliente escolher, móveis produzidos sob encomenda, roupas com as ilustrações que mais combinam com cada um, etc. Um grande erro, porém, é cometido por algumas pessoas: elas acreditam que a fé também pode ser personalizada.

Essa pessoa acredita, por exemplo, que prejudicar o próprio corpo é agredir o Templo do Espírito Santo. Mesmo assim é uma fumante assídua, porque, no caso dela, “não faz mal”. No fundo, esse fumante sabe que está errado, que está se matando aos poucos, mas arruma desculpas para ignorar a própria consciência.

“Já viu gente que vive se justificando porque peca? Um dia, essas pessoas vão conseguir neutralizar as suas consciências, e aí será difícil voltar a viver na fé, infelizmente.”

5- A fé que não confia

Por último, mas não menos enganado, está o sujeito que “tem certeza” de que Deus pode resolver a situação, mas, por via das dúvidas, dá o seu jeitinho de burlar os Ensinamentos dEle para alcançar aquele objetivo com mais facilidade.

“Você crê, mas não confia, então você sempre dá um jeitinho, uma mãozinha para Deus. Você crê na justiça de Deus, mas você também se defende e se justifica diante dos homens ou em suas redes sociais e círculos de amizades”, descreve Cristiane.

Essa pessoa já se afastou da fé verdadeira há muito tempo, e, hoje em dia, acredita em alguma coisa que finge ser Deus, mas jamais O poderá assemelhar.

“Quem crê de verdade confia também. Nem sempre a resposta de Deus vem do jeito ou no tempo que nós queremos. Quando não há confiança, a fé desanima.”

Para ler a explicação completa de Cristiane Cardoso e entender ponto a ponto os 5 sinais, clique aqui. Depois, compartilhe esse conhecimento.

Fonte

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>