Assista ao vídeo com a Palavra Amiga do bispo Macedo exibida no dia 27 de fevereiro de 2015

leia abaixo o que o bispo disse:

 

Graças a Deus!

Graças a Deus mesmo! Porque por meio da Sua Santa Palavra tudo foi criado.

Tudo que existe em todo o Universo, eu estou me referindo a tudo grande, tudo glorioso, tudo magnífico que existe, o sol, a lua, as estrelas os planetas, a terra em toda a sua exuberância. Você verifica que os mares, as florestas, os pássaros, os animais, as crianças, tudo que foi criado foi por meio da Palavra – a Palavra de Deus – Ele só usou as mãos quando fez o homem e a mulher, ademais Ele criou tudo por meio da Sua Palavra.

E essa Palavra, amiga e amigo ouvinte, continua tendo o mesmo efeito, o mesmo poder para criar uma vida nova. Se Deus criou todos os planetas, satélites, todo o infinito com a Sua Palavra,não terá poder para criar uma vida nova em você? Claro que Ele tem poder pra isso, só a Palavra, mais nada.

Mas a Palavra que Ele emite, que Ele transmite através dos seus servos, não pode ser uma palavra qualquer, tem que ser uma Palavra que seja extraída da Sua Palavra – da Bíblia Sagrada – então, quando nós emitimos aqui a Palavra de Deus é para que venha acontecer vida para com aqueles que ouvem e praticam essa Palavra.

A gente tem nesse mundo conflitos intensos, porque muitos se dizem de Deus. Cada um se diz de Deus.

O católico diz: “Não, eu sou de Deus!”

O evangélico diz: “Não. Eu sou de Deus!”

O judeu diz: “Não. Eu sou de Deus!”

Os muçulmanos dizem: “Eu sou de Deus!”

E assim por diante, cada religião avoca para si o deus que crê.

Mas, minha amiga, meu amigo ouvinte, vamos usar a inteligência, vamos usar a razão. Vamos eliminar as paixões, os sentimentos, as emoções, e usar o intelecto. Vamos ver o que Jesus fala a respeito das pessoas que são de Deus. Vamos ver.

Será que Jesus alguma vez falou quem era de Deus, identificou quem era de Deus? Sim. Ele identifica.

Se você ler comigo o evangelho de João, capítulo 8 e versículo 47, Jesus diz o seguinte, olha só:

“Quem é de Deus ouve as Palavras de Deus.”

Mas quando Ele fala aqui, quem é de Deus ouve; esse ouvir, esse verbo não quer dizer ouvir simplesmente, porque muitos estão me ouvindo agora e entra por um ouvido e sai pelo outro, não significa nada.

O diabo também ouve a Palavra de Deus, ele ouve. Agora, só praticam a Palavra de Deus, só obedecem a Palavra de Deus, aqueles que são de Deus. Quem não é de Deus não pratica a Palavra de Deus. Ouve, pode até ouvir, mas não pratica. Pode conhecê-la, mas não pratica, não é de Deus.

Há muitos teólogos, pastores, bispos, missionários que pregam a Palavra de Deus, ouvem a Palavra de Deus, mas não praticam. Logicamente essas pessoas não são de Deus, embora tenham títulos de pastores, bispos, etc., etc., etc.

Ora, Jesus fala aqui: “Quem é de Deus, ouve as Palavras de Deus.” Quer dizer, quem é de Deus obedece as Palavras de Deus, segue a Palavra de Deus.

Jesus disse: “Aquele que Me ama Me segue, ouve a minha voz e Me segue.” (Quem Me ama e não Me segue e não ouve a Minha Palavra, não Me obedece, não me ama!)

Então minha amiga, meu amigo, quem é você?

Você é de Deus?

Só você e Deus sabem.

Se você é de Deus, você é aquela pessoa que ouve e pratica a Palavra de Deus, obedece a Palavra de Deus.

Mas se você não obedece, o simples fato de você ouvir não o identifica como seguidor e servidor do Senhor Deus. Você não é de Jesus, você não é de Deus – em outras palavras, falando diretamente- e você sabe. Você que me ouve sabe se é ou se não é de Deus.

Porque quem é de Deus, ouve e pratica, obedece a Palavra de Deus. Quem não é de Deus, ouve mas não pratica.

É o que Jesus está falando aqui, é isso que Ele está falando: “Quem é de Deus, ouve as Palavras de Deus”. E Jesus está falando para aqueles religiosos hipócritas: “Por isso vocês não me dão ouvidos, porque vocês não são de Deus.”

Jesus identifica quem não é de Deus : “Vocês não são de Deus porque vocês não dão ouvidos às Minhas palavras”

“Eu sou Deus. Eu sou o Senhor, eu falo, mas vocês não dão ouvidos, vocês não aceitam o Meu ensinamento. Então vocês não são de Deus. Mas quem é de Deus, quem é verdadeiramente de Deus, ouve, pratica, obedece as Minhas Palavras.”

Então minha amiga, meu amigo, pergunte a si mesmo. Avalie a sua fé, avalie a sua condição diante de Deus, porque nada é mais grave, nada é pior do que a pessoa ser enganada pelos seus próprios sentimentos, pela sua própria religiosidade, nada é pior.

Então nós temos visto muitas pessoas sofrendo, gemendo, padecendo; pessoa s que às vezes são até sinceras, religiosas, estão sempre na igreja, mas o que adianta isso?

O que adianta você vir na igreja, você ser assíduo na igreja, você participar com as suas ofertas, os seus dízimos, você ser fiel nos dízimos e nas ofertas, você ser fiel à igreja, à denominação que você pertence? O que adianta você ser aquela pessoa que procura ajudar os outros e tal, mas você no fundo sabe que você não obedece a Palavra de Deus, porque você adultera, você vive com mentiras, você vive no engano, você passa os mais fracos para trás, você é aquela pessoa que trai, trai o marido, ou trai a esposa, você não é uma pessoa correta.

Mas você na igreja tem toda a sua vestimenta sagrada, mas a vestimenta sagrada não vai impedi-lo de ir para o inferno. Por quê? Porque o que vai para o inferno não é a vestimenta que a gente veste; é a nossa alma que vai para o inferno, não é o nosso corpo, não é a vestimenta. 

Então, você que me ouve e que tem vivido na desobediência a Palavra de Deus, não interessa: “Ah mas eu sou da Igreja A, B, C, D,…” – não importa a igreja, pode ser da Universal, pode ser até frequentador aqui do Templo mas se você não obedece a Palavra de Deus de nada adianta,você está perdendo o seu tempo.

Então minha amiga, meu amigo, vamos remover a máscara, vamos tirar essa máscara, porque isso aí não lhe faz bem, você sabe disso, sua vida está tão ruim, uma vida sem qualidade, uma vida mesquinha, você tem até vergonha de falar que é cristão para os seus colegas, seus amigos na escola, na faculdade; você esconde a sua fé, porque você não dá testemunho da sua fé, você não professa uma fé sincera, verdadeira, você não obedece a Palavra de Deus.  E o que vale pra Deus é a nossa obediência.

Abraão foi justificado, foi considerado justo, correto, santo diante de Deus porque ele obedecia a Sua Palavra.

Então você que me ouve neste momento e sabe que eu estou falando a verdade e o Espírito Santo está confirmando isso aí dentro de você, tá falando aí forte, tá gritando dentro do seu peito, meu amigo, minha amiga ouvinte, se você está quebrado moralmente, espiritualmente falando, se você está quebrado como um vaso, então desça à Casa do Oleiro, desça à Casa de Deus, vá buscar, vá buscar o Oleiro Sagrado, o Santo Oleiro de Deus que é o Espírito Santo.

Confesse os seus pecados, suas faltas, suas falhas, arrependa-se desse mal que você tem feito a si próprio. Você não faz mal apenas às demais pessoas, mas você faz mal sobretudo a si próprio, e ofende ao Senhor que você diz crer. Sim, você ofende Ele dizendo que crê nEle dentro da igreja, mas fora, do lado de fora você é outra pessoa.

Conserte a sua vida minha amiga, meu amigo, porque pra morrer basta estar vivo. E de uma hora pra outra você pode estar de partida, e a sua alma? Pra onde vai a sua alma?

É minha amiga, meu amigo ouvinte. De repente você tem que remover a capa religiosa pra ficar curado da sua vista, como fez Zaqueu.

Zaqueu tirou a capa, lançou fora a capa e deu um salto para ver, poder ser curado. Que você aprenda essa lição imediatamente. Coloque em prática imediatamente.

Às vezes a pessoa diz assim: “Ah eu quero servir a Deus, eu entrego a minha vida pra Deus, eu entrego o meu coração pra Ele.” “Oh Jesus eu quero fazer a Tua vontade, poxa, toma a minha vida.  Eis-me aqui e etc.” Aí quando se fala em dízimo pra essas pessoas, elas dizem: “Ah não… Não, eu não creio que eu tenha que dar 10%, os primeiros 10% do meu salário. Eu não creio que tenha que ser fiel nos dízimos.”

Na realidade essa pessoa, se ela não é fiel em 10%, como que ela vai ser fiel com 100% da vida dela na mão de Deus? Hein?! Como?? Como é possível? Não é possível!

O pastor diz: “Eis-me aqui!”, ou o candidato a obreiro, a pastor: “Eu quero dar a minha vida! Eu quero que Deus gaste a minha vida!”, mas ele é infiel no dízimo, então ele está mentindo, ele está enganando.

Eu quero dizer pra você minha amiga e meu amigo ouvinte que o dízimo não é uma imposição, mas é uma condição que demonstra que o dizimista pertence a Deus, que ele é servo e que Deus é o Senhor. O dizimista é aquele que considera o Senhor Deus em primeiro lugar na sua vida, primeiro do que a mãe, do que o pai, do que os filhos, do que a mulher, do que o marido; primeiro do que a sua pátria, primeiro do que a sua igreja, primeiro do que o seu pastor, primeiro do que tudo. Tudo! Primeiro do que a sua própria vida.

É como nós temos falado, batido: você vai numa festa de aniversário, a criança, depois que canta o parabéns pra ela, então ela corta o bolo, pega a primeira fatia do bolo e ela dá pra quem? Qual é a primeira pessoa na vida dela? Às vezes é a mãe, normalmente é a mãe. Se é o pai, então ela dá o primeiro pedaço do bolo para o pai. Então a mãe vai pensar assim: “É ele ama mais o pai do que a mim…” Se a criança dá o primeiro pedaço do bolo para a mãe, o pai vai dizer: “É, realmente ela ama mais a minha esposa do que a mim. Ama mais a mãe do que o pai.”

Então nós ficamos sabendo quem é quem.

O Pai, que é o Deus Pai, o Todo-Poderoso, o Altíssimo, Ele vê as nossas ações, Ele vê as nossas atitudes. Ele avalia se nós O colocamos em primeiro lugar na nossa vida ou não, justamente no dízimo. Porque o dízimo, no fundo, no fundo é o bolo. Você tem o bolo, você recebe “o bolo” no final do mês que é o seu salário, ou o seu ganho, ou o seu lucro, então com aquele “bolo” o que é que você vai fazer? Se você tira os primeiros 10%, quer dizer, a “primeira fatia” você coloca no altar de Deus, então Ele, Deus vai achar: “Ele me considera em primeiro lugar na vida dele”. Então, o resto do bolo a gente paga as contas, dá pra ali, dá pra acolá, dá pra “Fulano”, “Beltrano”, etc. Tudo bem, mas a primeira parte do “bolo”, por isso o dízimo é chamado de primícia – são as primícias – Deus falou: “Israel era a minha primícia.”

Você vê minha amiga, meu amigo, Deus quando nos considera a primícia dEle, Ele está dizendo que nós somos os primeiros na vida dEle, o primeiro. E por sermos o primeiro, nós temos o direito, privilégios de proteção, de bênção. Por isso que Ele diz lá: “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na Minha casa, e provai-me nisto, fazei prova de Mim, (teste-me) se eu não vou abençoá-los, financeiramente, abençoar a sua vida familiarmente, abençoar a sua saúde, enfim… Eu vou abençoar a sua vida, eu vou remover o devorador da sua vida”.

Então nós levamos essa consciência bíblica para tantos quantos creem e querem ser beneficiados. Quem quer ser beneficiado obedece a Palavra de Deus, é como nós falamos ainda há pouco.

Jesus disse. Jesus quem falou: “De Deus são aqueles que ouvem e praticam a Minha Palavra.” João 8:47

Então, amiga e amigo ouvinte, nós vamos agora ouvir um belíssimo testemunho e, obviamente você vai entender porque muitos são abençoados e outros tantos que tem ouvido a Palavra de Deus não são abençoados, porque não tem obedecido.

(*) Testemunho

Graças a Deus!

Então, você viu?! Você viu o que a obediência promove? A obediência à Palavra de Deus promove a bênção. A desobediência promove a maldição.

Os obedientes são abençoados, os desobedientes, os rebeldes, são amaldiçoados. Você é quem escolhe.

Nós vamos ficando por aqui, dia 8 de março às 6h da manhã, eu pessoalmente estarei dando um curso para as pessoas que querem aprender os segredos da fé, os mistérios da fé. Domingo dia 8, às 6h da manhã estaremos iniciando uma terceira reunião aqui no Templo de Salomão.

Deus abençoe a todos e até lá em nome do Senhor Jesus.

(*) Assista ao vídeo para ouvir o testemunho

Que aprendizado essa mensagem lhe trouxe? O que ela acrescentou à sua vida? Comente.

Este post possui 2 Comentários

  1. Samira Custodio Tomas

    É a palavra que nos ilumina e mata a nossa sede espiritual

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>