Espionagem2-e1373665880568 Nos dias de hoje, nada fica em oculto… 

E se você descobrisse que está sendo vigiado?  Que existe alguém vigiando seu e-mail, mensagens no seu celular e atento a todas as suas conversas no Facebook? Mediante a isso, será que você teria a consciência limpa com tudo que tem feito, principalmente na internet? Esses tipos de questionamentos são comuns, hoje em dia, pois não se sabe quando se termina o espaço privado e começa o público.

O governo brasileiro, que o diga. A presidente Dilma teve seu e-mail e algumas ligações telefônicas monitoradas pelo governo norte-americano em um caso sério de espionagem, sendo grave preocupação do governo brasileiro. As revelações, que eram polêmicas, vieram a público em junho de 2013, graças às denúncias feitas por Edward Snowden, um ex-técnico da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês),a partir disso, considerado inimigo de estado pelo governo de Obama.

Contudo, antes de se esconder na Rússia (conseguiu asilo político, onde vive em localização desconhecida), Snowden revelou muito mais. E-mails e telefonemas de assessores da presidente brasileira e executivos da Petrobras também foram vigiados. Além disso, alguns países membros da união europeia também foram espionados. Segundo o jornal alemão Der Spiegel, os Estados Unidos grampearam o telefone de uso pessoal e também profissional da chanceler alemã Angela Merkel por mais de uma década.

Você também pode ter sido alvo

Mas, os monitoramentos não se restringiram a políticos ou pessoas de alto escalão. Revelações da espionagem norte-americana mostraram que milhões de brasileiros e pessoas em trânsito no Brasil também andaram sendo bisbilhotados. Diante das denúncias, as empresas norte-americanas, com um vasto número de usuários brasileiros, negaram publicamente as acusações de que forneciam ao governo de Barack Obama acesso aos seus servidores.

Informações detalhadas, provavelmente, nunca se tornarão públicas.  Por enquanto, não há como saber se você foi mesmo vítima das espionagens dos Estados Unidos. A única certeza nessa história toda é que sim, você está sendo monitorado o tempo inteiro. Por exemplo, a partir de um aparelho celular, com todas as facilidades que a tecnologia proporciona.

Não é mais possível, se considerar uma pessoa anônima no mundo. Tudo o que se publica, compartilha, tudo vai para uma grande rede. Por “privado” que pareça, ao menor sinal de descuido, tudo o que você tinha de mais íntimo e sigiloso pode chegar ao conhecimento de todos.

Mas também não adianta fugir da tecnologia pensando que ficará livre de ser monitorado. Câmeras de segurança espalhadas por todas as ruas, lojas e entradas de edifícios, estão por todas as partes.

É preciso fazer escolhas inteligentes, para que ninguém possa acusá-lo de nada. Nem você mesmo. É importante se educar também virtualmente. Tudo o que é errado na vida real, continua sendo errado no mundo virtual.

 

Universal.org

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>